Pages

2 de abr de 2009

Novo modelo de vestibular é apresentado pelo MEC


Um novo modelo de vestibular foi apresentado essa semana pelo MEC.

A proposta do MEC é criar um vestibular unificado que permita ao estudante concorrer a vaga em de curso em qualquer universidade brasileira. Isso representaria maior oportunidade para quem sonha em estudar numa instituíção pública.

Isso se daria por uma bateria de 4 testes realizados em 2 dias mais uma redação.

Um dos objetivos do Ministério é fazer com que a mudança do vestibular possibilite uma mudança também nos currículos de ensino médio.

“Hoje o vestibular desorienta mais do que orienta a organização curricular do ensino médio”, disse Haddad. Segundo o ministro, os atuais processos seletivos privilegiam a memorização excessiva de conteúdos e tornam a passagem da educação básica para a superior “estressante e traumática”.

Na opinião da blogueira, vejo esse novo modelo como avanço. Os conteúdos que ensinamos em sala de aula precisam estar cada vez mais em consonância com a realidade. Para que a aprendizagem seja significativa temos que o tempo inteiro buscar na vida do aluno referência para associar o conteúdo. Orientar o ensino médio por conta de uma prova estanque que diz se você é capaz ou não de entrar numa universidade federal é excludente. Estou cansada de ver os alunos perguntando o que aquele conteúdo tem de relação com a vida fora da escola e os mesmos respondem que cai no vestibular.
O ideal é melhorar a educação pública para que o estudante da rede tenha condições de concorrer em igualdades de condições com os da rede privada.
Uma prova melhor elaborada com novos parâmetros pode contribuir para uma mudança de currículo.

Nenhum comentário: