Pages

30 de jun de 2009

Violência: este ano já foram registrados 124 homicídios na cidade

A população está assustada. A violência é tema de conferência que discute a segurança pública na cidade. A idéia é que sejam debatidas políticas para reduzir os índices de criminalidade.
De janeiro até hoje (30/06) são 124 homicídios em Campos. Um levantamento feito pela União da Juventude Socialista de Campos revela que dessas mortes registradas na cidade, pelo menos a metade foi de pessoas com idades entre 18 e 29 anos. Jovens vítimas da violência que não para de crescer.
Este mês, jovens da cidade foram às ruas protestar contra a violência. Na praça São Salvador, cada morte foi representada por uma cruz preta. O assunto tembém foi tema da primeira Conferência Juventude e Segurança Pública, que foi realizada nesta terça-feira (30/06) na cidade. No evento foram discutidas idéias e soluções para evitar que as estatísticas fiquem ainda mais assustadoras.
Para quem anda nas ruas, falta policiamento. Mas segundo capitão da PM, Fabiano Santos, o policiamento tem sido feito de forma ostensiva. Mas quando o assunto é homicídio, ele reconhece a dificuldade no combate.
Ontem, o proprietário de uma padaria foi assassinado no Centro da cidade. Genaldo Barbosa dos Santos, 69 anos, morreu com um tiro no peito, durante um assalto. A padaria onde aconteceu o crime, no Centro de Campos, amanheceu fechada. A Polícia Militar informou que dois homens entraram no estabelecimento e pediram um refrigerante. Quando o comerciante fez a cobrança do pagamento, um deles atirou contra a vítima. A Polícia não soube informar o que teria motivado esse disparo. Os bandidos fugiram sem levar nada, de bicicleta. Ao lado do comércio, fica a casa da família.
No velório do comerciante, familiares e amigos estavam inconformados com a crueldade do crime. A mulher da vítima, muito abalada, disse que o marido era um homem honesto e trabalhador. Revolta que se mistura à dor dos amigos.
A produção da InterTv conversou por telefone com o comandate da Polícia Militar de Campos, coronel Paulo Cezar Vieira. Ele disse que a PM está trabalhado para combater a violência na cidade.

Nenhum comentário: