Pages

21 de mai de 2009

Segurança: um dos aspectos necessários para uma Campos melhor!

Ao aceitar o desafio de compor a rede blog de Campos dos Goytacazes, comecei a pensar em vários temas que poderia escrever sobre vários aspectos que colaborariam para Campos se tornar um lugar melhor para se viver. Mas eu escolho falar sobre segurança. Minha escolha se dá por questões pessoais.

Não consigo me sentir segura ao andar na rua de jeito nenhum. Só quem já foi assaltado sabe do que eu estou falando, é uma experiência traumática. Você se sente impotente frente a violência, como se você não fosse nada, não tivesse direito a nada.

Conversando recentemente com jovens em escolas percebi que essa questão da segurança não incomoda só a mim.

No entorno do Liceu e do IFF / Universo, estudantes tem sido assaltados todos os dias. E o pior, quando eles são abordados e não possuem nada de valor que possa ser roubado são espancados. Fiquei horrorizada quando soube disso e mais ainda: embora o entorno do Liceu seja todo monitorado por câmeras também não resolve nada. Segundo o presidente do grêmio do Liceu, o jovem Hugo, eles ligam para a polícia, ela vai lá ficam 5 minutos na frente da escola e vai embora.

Vocês sabem o que é ser abordado por um assaltante armado em frente à escola? Pois é já vimos isso várias vezes em frente ao Liceu e sabe o que acontece? Nada.

A cultura do medo é algo que está se estabelecendo. Não saio mais de casa com cartões de crédito nem do banco, quando estou na rua escondo meu celular dentro da roupa. Não ando sozinha pelas ruas à noite, e de dia ando na rua fora da calçada pra ficar mais próximo dos carros.

Na minha opinião uma Campos melhor poderia começar com segurança. A Cidade está crescendo e precisamos pensar em alternativas para a onda de assaltos que estão acontecendo. Mesmo sem ter acesso as estatísticas da policia militar posso citar os locais mais perigosos da cidade por experiência própria: as ruas próximas ao mercado, sobretudo entre 17 e 18 horas; a rua Dr. Beda, o entorno do IFF, Universo e adjacências, Pelinca, ruas de acesso ao Liceu. Os alvos prediletos para assalto são mulheres, estudantes e idosos, sobretudo desacompanhados.

Precisamos pensar numa política pública de segurança ao longo prazo que tenha eficácia em nossa cidade não podemos banalizar os assaltos e mortes, acidentes decorrentes deles... Recentemente li um estudo sobre educação e trabalho de Marcio Pochmann, em que este autor afirmava que numa pesquisa realizada na cidade de São Paulo, em que onde a prefeitura criou cursos de qualificação somados a uma bolsa de valor simbólico para o jovem cursista, a redução da criminalidade no bairro reduziu por mais da metade. O que comprova que a criação de oportunidades de qualificação e empregos é uma das medidas mais eficazes no combate a criminalidade. Acredito no poder transformador da educação como política pública, mas é preciso criar igualdade de acesso para beneficiar a cada vez mais as parcelas mais carentes da população. Uma ação eficaz da policia também ajudaria bastante...

Soube que existe uma Comissão de Segurança Pública em andamento, torço para que traga resultados. Mas acima de tudo que o coronel do Batalhão da PM melhore o patrulhamento da cidade, ele sabe exatamente onde são os pontos problemáticos. A sociedade é que não pode ser lesada por má administração! Pagamos impostos caros e tudo que queremos como cidadãos é ter o direito de nos sentirmos seguros ao andar pela cidade, não vivermos a cultura do medo!

Para uma Campos melhor é preciso que ela se torne uma cidade mais segura!

[Para quem quiser ler o texto que me referi do Marcio Pochmann clique no link e boa leitura!]

http://www.scielo.br/pdf/es/v25n87/21462.pdf

Nenhum comentário: