Pages

20 de mai de 2009

Novo Portal colaborativo junta Cinema e Educação Ambiental no Rio de Janeiro

Educação ambiental na web 2.0

Um novo portal colaborativo une cinema e educação ambiental no Rio de Janeiro. O Portal Observatório Ambiental Humano Mar é um site construído a partir da filosofia de web 2.0, isto é, o seu conteúdo é elaborado a partir da colaboração dos próprios usuários. Os vídeos, áudios, fotografias e textos são postados por quem atua na defesa do meio ambiente e acompanha as transformações dos recursos naturais em sua cidade. O enfoque inicial do portal é a região da Bacia de Campos, uma das áreas mais ricas do Estado e também uma das mais impactadas pela atividade de petróleo.

A dinâmica é mais ou menos a seguinte: um morador de Macaé, com a câmera do celular, registra a poluição de um rio que se transforma em valão. Ele posta o vídeo no portal e um pescador de Rio das Ostras colabora colocando fotos da poluição que vem aparecendo no mar. Um estudante de química do Rio de Janeiro indica um artigo interessante sobre recuperação de águas e, assim, se constrói uma rede de cidadãos que pensam constantemente sobre o assunto e tomam atitudes para mudar a realidade à sua volta. No portal, as populações que sofrem com a degradação das culturas tradicionais e dos recursos naturais se tornam protagonistas de um processo iniciado pela sociedade civil. De meros espectadores das transformações dos recursos naturais e culturais, os cidadãos comuns se transformam em monitores ambientais. Eles passam, então, a divulgar o que acontece em suas comunidades e auxiliam órgãos ambientais como o Ibama a fiscalizar os impactos que vêm sendo causados à natureza.

Com a popularização da internet e das câmeras digitais, a possibilidade de defesa do meio ambiente se ampliou. Além de se engajar em grandes movimentos como a defesa da Amazônia e do Pantanal, os ecologistas agora podem contar com a tecnologia para defender a sua própria comunidade. Em pleno século 21, num cenário de aquecimento global e destruição dos recursos naturais causados pela ação do homem, a preservação do meio ambiente pode, e deve, fazer parte da vida de cada cidadão. Utilizar as ferramentas audiovisuais é uma forma de popularizar a discussão nas comunidades. A missão do Portal Observatório Ambiental Humano Mar é criar redes sociais que comecem nas cidades que sofrem degradação ambiental e cultural e alertem o mundo sobre os problemas em curso.

O conteúdo do Observatório Ambiental Humano Mar é rico e dinâmico. Os videodocumentários e artigos são feitos por estudantes, professores, donas de casa, pescadores e muitos outros cidadãos que têm em comum a luta pela preservação ambiental. Os temas vão desde a documentação das artes de pesca artesanal até a discussão sobre a especulação imobiliária, a ameaça às culturas tradicionais e a aplicação dos royalties de petróleo nas cidades da Região dos Lagos e Norte Fluminense. Também são os próprios usuários que montam o cronograma de eventos ambientais e culturais que vão acontecer em seus municípios na seção Agenda. Já no Baú Humano Mar, há 30 videodocumentários que dão um amplo panorama das questões ambientais na Bacia de Campos.

Se o pontapé inicial do Portal Observatório Ambiental Humano Mar são as transformações em curso na Região dos Lagos e no Norte Fluminense, ele também está aberto à colaboração de todos aqueles que desejam debater as questões ambientais. Mesmo quem não vive naquela região pode postar no site o resultado de seu monitoramento ambiental, e aí entendam-se vídeos, fotos e textos que documentem o que ocorre na sua cidade, independente de sua localização. O endereço do portal é http://www.humanomar.com.br/ e os usuários devem preencher seu perfil para postar as colaborações.O Observatório é gerido pela Abaeté Estudos Socioambientais, uma consultoria formada por antropólogos, jornalistas e cineastas que promove o projeto de educação ambiental da Devon Energy do Brasil como uma contrapartida exigida pelo Ibama para que a empresa possa produzir petróleo na região da Bacia de Campos.

SERVIÇO:Portal do Observatório Ambiental Humano MarEndereço: http://www.humanomar.com.br/

Um comentário:

Herval Junior disse...

Valeu pela dica,Jéssica!
Vi e gostei...