Pages

14 de mai de 2009

Dirigente da UJS é nomeado coordenador de juventude do Rio de Janeiro

Igor Bruno é nomeado coordenador de juventude do Rio de Janeiro

Atendendo a compromisso estabelecido na campanha eleitoral, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, criou a Coordenadoria de Políticas Públicas para a Juventude na cidade. Para dirigir a área foi convidado o militante do PCdoB e atual presidente estadual da UJS, Igor Bruno de Freitas Pereira.

Com 28 anos, o recém nomeado é estudante de História da UERJ.A Coordenadoria, ligada à Casa Civil, deverá elaborar e implementar as políticas específicas afeitas aos jovens cariocas, além de buscar trabalhar em parceria com as secretarias municipais e outras esferas governamentais, como a Secretaria Nacional de Juventude. Para Igor, foram fundamentais para o convite o histórico de trabalho da UJS e a destacada atuação da juventude na campanha eleitoral. "No segundo turno, a UJS jogou papel destacado na campanha de juventude. Fizemos várias atividades com entidades estudantis nas universidades, um grande ato no Lamas com dirigentes estudantis.

Enfim, essa vitoriosa movimentação veio a partir dos compromissos do então candidato com uma plataforma juvenil avançada. O primeiro já foi cumprido", diz.

A oportunidade de interferir objetivamente na realidade da juventude do Rio de Janeiro representa um desafio novo e traz grandes expectativas. "É fundamental um espaço como este, em particular para um movimento que sempre lutou para ver atendidas as suas demandas específicas, como é o de juventude.

Estamos desafiados a implementar políticas que, de fato, possam dar contas de demandas que sempre reivindicamos, numa cidade com a importância do Rio de Janeiro".As próprias bandeiras levantadas à época da campanha eleitoral, se realizadas, ajudarão a responder a tais desafios, como são os casos da meia-passagem para estudantes universitários, pauta de muitos anos do movimento estudantil, e a criação fundação municipal de amparo à pesquisa. "E queremos fazer a interlocução das pautas nacionais aqui no Rio. Criar o conselho de juventude, fazer um plano municipal de políticas públicas da área", levanta o novo coordenador.

Aproveitar a vocação cultural da capital fluminense e buscar a capacitação para o atual mercado de trabalho são outros objetivos traçados. "Buscaremos parcerias com a secretaria de Cultura para fazer atividades relacionadas aos diversos segmentos juvenis nas dez zonas culturais da cidade. Também procuraremos articular políticas que busquem capacitar os jovens em áreas indispensáveis para o mecado de trabalho nos dias de hoje, como a informática, visando uma inserção qualificada, que melhore as condições de vida.Vamos no presente ajudar a melhorar o futuro da juventude", finaliza Igor Bruno.

Também indicados pelo PCdoB para atuar na coordenadoria são os militantes da União da Juventude Socialista Rodrigo Weisz (Digão), Rodrigo Ribeiro e Fernando Marray.

De São Paulo,Fernando Borgonovi

Comentário da Blogueira: Não existem espaços vazios. A UJS vêm discutindo Políticas Públicas de Juventude no Brasil há 25 anos, em Campos dos Goytacazes há 11 anos, e mostra que um outro caminho é possível. Chega de amadorismo! Juventude pensante e com Atitude só a UJS tem! O resto é balela e fica para trás!

Nenhum comentário: