Pages

27 de jul de 2009

UJS tem vitória histórica na Federação Nacional dos Estudantes de Direito

Com 650 inscritos de todo o Brasil, terminou, nessa sexta-feira, o XXX Encontro Nacional dos Estudantes de Direito, que elegeu uma nova direção para a federação do curso. A plenária final, com 100 alunos, foi antecipada por decisão de um CONERED (Conselho Nacional das Entidades Representativas dos Estudantes de Direito), devidamente registrada em ata e com quorum. A medida foi decorrente de 6 casos suspeitos da gripe suína que levaram a ANVISA a optar por fechar o Encontro.

UJS, JSB, JS-PDT, CNB e independentes integram a nova CONED (Coordenação Nacional dos Estudantes de Direito), órgão executivo da FENED, cuja composição demanda a presença em chapa de pelo menos um centro acadêmico de cada região do país.

Uma nova direção que surge após uma sucessão de gestões em crise e que terá a tarefa de reoreintar a ação de uma Federação estratégica, pois representa os discentes de um curso que forma operadores de um poder de Estado, o Judiciário. Ultimamente, a FENED se distanciava das reflexões acerca do Direito e da praxis dos futuros juristas, resvalando num imediatismo conjuntural que muito deixava a desejar ante o potencial de influência política e social da entidade.

A UJS terá maioria nessa direção e é a primeira vez que a organização que dirige há 20 anos a UNE, estará no poder na FENED. Portanto, uma vitória histórica que deve muito ser valorizada, principalmente seus protagonistas.

Mini-fatos
A Kizomba se propos a compor a nova gestão, mas, sem entidade elegível para integrar a chapa, exigiu que "em nome dos acordos nacionais PC do B e DS", seu representante para a CONED fosse indicado pelo CADEL, entidade em que foi derrotada por uma diferença de 100 votos no início do ano justamente por uma aliança UJS-PDT.
Contrariada, como tinha que ser, a Kizomba abandonou a plenária final e está fora da CONED.

Nenhum comentário: